segunda-feira, 16 de agosto de 2010

TEXTO SOBRE BAIRRO PARELHEIROS

Como surgiu a Capela

Em 1865, quando estourou a guerra do PARAGUAI, Amaro de Pontes era um sitiante em Parelheiros, onde possuía nove alqueires de terra. Não queria participar da guerra, com medo de não retornar. Foi buscado e levado, á força, pela polícia, para integrar-se as forças militares de Solano Lopez, que invadiriam o país vizinho.

Ao passar em frente a atual "Praça Central de Parelheiros" onde fica atualmente a Capela, pediu para fazer uma última prece, antes de partir. Este pedido foi concedido pelos militares. Junto com sua prece, fez também uma promessa. AMARO jurou que, se conseguisse retornar a sua terra natal, doaria, neste local, uma área à igreja, para a construção de uma capela.

Passaram-se 5 anos até o fim do conflito, e no fim de 1870,AMARO conseguiu retornar á Parelheiros. Junto com alguns companheiros, tinha voltado á pé do Paraguai, em meio de muito sofrimento e dificuldades. Ao chegar, não esqueceu a sua promessa. Mandou erguer uma capelinha de sapé, com uma cruz de madeira de 1,5 m de altura. Este lugar passou a ser chamado de SANTA CRUZ de PARELHEIROS.

Nenhum comentário: